QUEM SOMOS

 

Francisco Beltrão – PR

Está localizado no centro da Mesorregião do Sudoeste do Paraná, que conta com aproximadamente 600 mil habitantes. É um dos poucos municípios do Sudoeste que tem mantido taxas positivas de crescimento demográfico ao longo das últimas duas décadas. Concentra boa parcela dos serviços públicos, médicos-hospitalares, educacionais, comerciais e industriais da região.

Habitantes 88.465
Extensão 735,111 km²
PIB R$ 2,4 bilhões

Francisco Beltrão é um município brasileiro localizado no sudoeste do estado do Paraná. Segundo estimativas do IBGE em 2017 possui uma população de 88.465 habitantes, sendo o maior município e também a maior cidade da Mesorregião do Sudoeste Paranaense. Foi oficialmente fundado em 14 de dezembro de 1952, sendo desmembrado do município de Clevelândia. Nesta época sua área estendia-se, a partir do norte, desde o Rio Iguaçu até a divisa com Santa Catarina, ao sul. Após seguidos desmembramentos na década de 1960, o município foi consolidado com uma área de 735 km². Sua economia é importante para a região por concentrar diversos tipos de serviços bancários, educacionais e médicos além de um amplo número de estabelecimentos comerciais. No âmbito estadual sua indústria se destaca pela produção agroindustrial, têxtil e moveleira.

A economia beltronense é a segunda maior na mesorregião e a 22.ª do estado, com um PIB de R$ 2,4 bolhões (2014) o que perfaz um PIB per capita de R$ 28.128,94 . Por ser o maior município da região, a cidade acaba concentrando a maior parte dos serviços e do comércio da região. As atividades econômicas que mais geram empregos são a indústria de produtos alimentícios, a indústria têxtil, o comércio varejista e a administração pública. Entre os anos de 2000 e 2007 o PIB do município apresenta uma expansão real de 43,62%, ou uma expansão geométrica anual de 5,30%, acima da média do estado e do país, no mesmo período. Como um dos resultados diretos do bom momento econômico, o emprego formal cresce velozmente. Entre Janeiro de 2000 e Novembro de 2006, de acordo com dados do MTE/CAGED, foram gerados 7657 novos empregos formais, um incremento muito significativo para uma População Economicamente Ativa estimada em 42 mil habitantes.